Ursinhos Carinhosos é o que faz sucesso!

bearsloveMe recordo que eu tinha um amiguinho de escolinha que desenhava os Ursinhos Carinhosos, as meninas passavam o recreio todo correndo atrás dos desenhos dele, ou será que era dele? Enfim, ele era um sucesso! Os meus desenhos eram tipo, olha parece que ele sabe desenhar… Mas porque será que ele não desenha? A verdade é que eu nunca fui de seguir tendências ou copiar personagens famosos, e quando o fazia, eu normalmente colocava estes personagens famosos para lutar contra os meus, seria um tipo de recalque dos Ursinhos Carinhosos? Não…

5FF0BC08-E94A-49B4-8F94-F479FFA8707F.JPG

Pela minha experiência posso te afirmar, as empresas do entretenimento em geral, precisam muito mais de mão de obra para tarefas corriqueiras do que artistas criativos. Em outras palavras, se você é capaz de replicar um estilo de arte você terá mais oportunidades de trabalho do que criando suas próprias idéias. Criar algo novo não é uma tarefa fácil, e criar algo que agrade ao maior número de pessoas é ainda mais difícil. Até mesmo as grandes empresas como a Ubisoft por exemplo, investem milhões em pesquisas e protótipos que nunca vão chegar a ver a luz do dia.

how-angry-birds-started-infographic.png

Mas Amora e se mesmo assim eu ainda quiser criar ao invés de copiar? A resposta que tenho para você é: será um caminho mais difícil, porém, se você tiver sucesso muito provavelmente você será lembrado para sempre. É isso que você quer? Então siga seu sonho e não copie os Ursinhos Carinhosos.

Livro interativo: O Segredo dos Vales Mágicos de Dell Valle Kapo – Coca Cola Company

Para este trabalho eu fiz o planejamento das cenas com o storyboard/color script, foram cerca de 250 pequenas ilustrações criadas para ajudar a contar a história deste livro.  Também trabalhei como game designer criando pequenos jogos interativos para cada capítulo do livro digital “O Segredo dos Vales Mágicos de Dell Valle Kapo” para a Coca Cola Company. Foram 30 capítulos de uma maravilhosa história carregada de criatividade e emoção criada pelos “Os Alquimistas”. A produção foi feita pela a Aquiris.

Making of:

Eu precisava ler alguns capítulos adiante para saber o que os personagens iriam enfrentar durante a história. Todos os personagens iam gradualmente mudando seus conceitos sobre união e família, foco desta história. Para as pequenas interações eu sempre tentava trazer algo discutido no capítulo, reforçando ainda mais a idéia.

Decidi que tudo no storyboard deveria ter visual simples, como já comentei aqui no blog, isso ajuda no processo de reprodução deixando mais tempo para se pensar em cores e criar cenas mais interessantes. Carreguei as pinturas com muita emoção, desta forma eu poderia passar para a equipe que executaria o projeto esta mesma emoção. A meta era entregar 1 capítulo por semana e para garantir esta entrega eu precisava estar sempre na frente da produção. O visual simples

Algumas das 250 cenas cenas:

Para cada capítulo criei experiências interativas. Busquei trazer algo que reforçasse a idéia da história, como quando o personagem principal tem que arrumar a bagagem em cima do carro para seguir viagem, ou quando ele tem que devolver a bola que a amiga insiste em jogar na sala. Eram mini-games sem todos os elementos de um jogo, algo que fosse divertido e que não trouxesse o conceito geral do game over.

Cada capítulo foi dividido em 4 partes e cada uma destas partes em 2 momentos.

 

Este livro não está mais disponível no mercado. Gostaria de conhecer outro livro interativo que fiz?
Acesse este link: Mosnters vs Robôs para baixar!


facebookObrigado.