Eu sou designer de som sim senhor! :)

Uma das minhas grandes paixões sempre foi criar músicas. As vezes fazia isto com a boca mesmo, nada do velho clichê cantando no chuveiro eu faço mais a linha beatbox. Eu já tive alguns bons instrumentos como, violão, flauta, umas 3 guitarras e 5 teclados. O meu preferido sempre foi o teclado, mais especificamente os sintetizador, o melhor que cheguei a ter foi um Alesis QS6.1, olha ai em baixo a foto do bichão! Eles trazem recursos sonoros e facilitam a composição mesmo para quem não entende nada de música.

qs61

Se você me perguntar se eu sei tocar algum destes instrumentos prefiro dizer que não sei. Se me pedir para tocar a música de alguma banda vou dar risada e fazer igual ao leão da montanha, saída pela direita. Mas então como diabos ele faz música já que ele não conhece as notas nem toca música de ninguém? A verdade é que eu recorro a beleza e a harmonia dos sons misturado ao meu gosto pessoal e meu conhecimento técnico em som. Tipo poeta que não sabe escrever, conhece algum?

Uma das minhas primeiras trilhas sonoras bem sucedidas e quando digo isso foi aquela que consegui construir do inicio ao fim, foi a que eu fiz para o Monstros vs Robôs, um livro interativo que desenvolvi para iOS e Android que também fiz sem saber programar, verdade, o não saber nunca me segurou por muito tempo. O que mais me incentivou a fazer as músicas foi a falta de opções para se comprar na internet.

960x320withoutSeal
Monsters vs. Robots, my first app/game – 2014

Conheci várias ferramentas eletrônicas como o Fruit Loops e o Reason, mas as ferramentas que uso hoje para compor minhas trilhas vão desde o Audacity (ferramenta de edição de som gratuita), Meu amado Garage Band, Apps diversos no meu iPad e meu controlador midi que uso para compor a melodia central. Depois que me acostumei com o processo e com estas ferramentas não parei mais de compor e hoje produzo músicas para praticamente todos os jogos que faço.

Mas e as influências? Eu vou te dizer que gosto de todos os bons sons, aqueles com harmonia, não ligo muito se é pop, rock, metal, clássica, sertanejo, techno, rap, funk… É só não esquecer da palavra harmonia que tá tudo bem!  E na hora de compor aquele bom e velho silêncio é sempre bem vindo!

Cadê as músicas??? Taqui ô, alguma tá?!:

Comenta ai e me diz o que achou, só não vem com aquelas frases, como músico você é um ótimo ilustrador hehehe. Dai vou ter que te dizer que quando comecei a ilustrar eu também não sabia ilustrar, não conta pra ninguém em!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s